Espumante Almaúnica Nature Rosé

SKU
35362
Uva: Assemblage
Tipo: Rosé
Graduação alcoólica: 13%
Safra: Não Safrado
Região: Serra Gaúcha
Vinícola: Almaúnica
R$154,00
R$146,30 (5 de desconto) no Boleto, Transferência ou Depósito
Este espumante foi elaborado com uvas provenientes de vinhedos selecionados da variedade Chardonnay, Pinot Noir e Malbec. Este espumante traz a magia do rosé aliado a complexidade e elegância do Nature. Elegante, único e complexo, este exemplar expressa a perfeita harmonia entre o caráter do terroir e o enfoque natural na arte de fazer espumantes. Um espumante de encher os olhos e a alma.
Vinhedo: Serra Gaúcha
Classe: Espumante
Classificação: Nature
Volume: 750 ml
Amadurecimento: Permaneceu por 24 meses nas caves subterrâneas da vinícola, obtendo maturação sobre as leveduras.
Temperatura: 6º a 8ºC
Potencial de guarda: 5 a 7 anos
Visual: Apresenta uma característica cor de casca de cebola escura com toques de caramelados, muito límpido e brilho intenso. Perlage persistente, muito intensa e pequena.
Olfato: No nariz, apresenta-se agradável e refrescante. Aroma de frutas vermelhas com altíssima definição para morangos em calda proveniente em vinificação em Rosé da variedade Malbec, e todo frescor e elegância da Chardonnay e Pinot Noir.
Paladar: Na boca, tem ótima persistência, álcool equilibrado e acidez adequada. Delicado, encorpado e macio.
Faça um Comentário
Somente usuários cadastrados podem escrever avaliações. Por favor, faça seu login ou cadastre-se
Almaúnica

Saiba mais sobre a vinícola:

Fundada em 2008, a Vinícola Almaúnica tem em seu DNA uma paixão secular pelos vinhos. Foi criada pelos irmãos gêmeos Magda e Márcio Brandelli na cidade de Bento Gonçalves. Os irmãos montaram uma empresa que alia tradição familiar na cultura do vinho com propostas inovadoras, embasadas no desejo de elaborar produtos nos quais se expressa o amor e o carinho pelas videiras e arte de elaborar vinhos com alegria e prazer. Magda e Márcio pertencem à Quarta geração de uma família que nasceu para produzir vinhos. Uma história que começou em 1887, quando o imigrante italiano Marcelino Brandelli chegou à região de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, trazendo na bagagem a paixão pelas videiras.